O antológico show Te Pego Pela Palavra (direção e roteiro de Hemínio Bello de Carvalho) estreou na extinta boate Number One (Ipanema, RJ), em 1974, e ficou quatro anos em cartaz, passando também por São Paulo, Salvador e Porto Alegre. O vinil foi lançado pela Odeon, em 1974, e relançado em CD pelo jornalista, escritor e produtor Rodrigo Faour (EMI, 2012). Clique nas miniaturas das fotos para ver as capas ampliadas. Os músicos que acompanharam Marlene no show foram:

Arthur Verocai: arranjos
Eduardo Prates: piano
Toninho Costa: guitarra
Tranka Oliveira: baixo elétrico
Chiquinho: bateria
Octávio César, Suely e Zaida: vocais
Participação Especial: Sivuca (acordeon)
 
Capa Te pego Pela Palavra   
Contracapa Te pego Pela Palavra
Primo Trio
01 - Lata d'Água (Luís Antônio - Jota Júnior) / Zé Marmita (Luís Antônio - Brasinha)
02 - Prá Quem Quiser Cantar (Haroldo Barbosa) / Se é Pecado Sambar (Manoel Santana)
03 - Canção do Medo (Toquinho - Gianfrancesco Guarnieri)
04 - Primeira Bateria (Taiguara) / Broco do Dodô Crioulo (Nilton Paz - Ivone Rebello)       
05 - Dois Prá Lá, Dois Prá Cá (João Bosco - Aldir Blanc)
06 - Ronda (Paulo Vanzolini)
07 - Cabaré (João Bosco - Aldir Blanc)
08 - Na Subida do Morro (Moreira da Silva - Ribeiro Cunha)
09 - Prá Onde Vai, Valente? (Manezinho Araújo)
10 - Serenô (Antônio Almeida) / Mané Fogueteiro (João de Barro)
11 - Debaixo do Sol (Eduardo Souto - Geraldo Carneiro)
12 - Rock'n'Roll (Vital Lima) / Beguine Dodói (João Bosco - Aldir Blanc)
13 - Resistindo (João Bosco - Aldir Blanc)
14 - O Trem Chegou (Hervé Cordovil) / Trem das Alagoas (Waldemar Henrique - Ascenso Ferreira)
15 - Ponta de Areia (Milton Nascimento - Fernando Brant) / O Trem (Você se lembra daquela nega maluca que desfilou nua pelas ruas de Madureira?) (Gonzaguinha)
16 - Cabra Cega (Sarah - Tony Bahia - Ray) / O Chefão (João Bosco - Aldir Blanc)
17 - Galope (Gonzaguinha)
18 - Meu Coração é Um Pandeiro (Gonzaguinha) / Roupa Prateada (Zé Rodrix)
19 - Catedral do Inferno (Cartola - Hermínio Bello de Carvalho) / Se é Pecado Sambar (Manoel Sant'ana)
Voltar a Quem Somos